BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Capitulo 25 – O medo sem motivo.


Pessoal, quero pedir desculpas por estar só a postar agora. A partir de agora, vou postar com mais regularidade, como disse num dos capítulos anteriores. Tem acontecido tanta coisa na minha vida.
Ultimamente tudo negativo. Negativismo sempre.
Capitulo grande este, neh…pouco zanessa, mas espero que gostem…
Penso que foi o capítulo, maior que já postei neste blog, espero que gostem:)
Capitulo 25:

Capitulo dedicado a toda a gente que comenta o blog, eu não vou dizer nomes, por que vocês sabem de quem eu estou a falar…hauahaua.

-“Sim” – referi eu, num tom meloso, ele era romântico…a minha mãe tinha uma sorte bruta por ter um homem deste a seu incrível lado.

(…)

Enquanto íamos para a pista de dança reparei nas pessoas que ecoavam a minha volta podia-se reparar que eram senhoras lindas encantadamente lindas, eu fiquei a visualizar os vestuários que elas traziam, era roupa simplesmente caríssima. Nem que trabalhasse a vida inteira como cozinheira conseguiria pagar um traje como aquele. Eu achara que estava infrutuosa em relação a elas.

(…)

Começamos a dançar, neste precioso caso, ele começou a dançar pois eu não conseguia controlar, ou sequer me mover, pois o cheiro que imanava nele estava-me a seduzir.

Sedução é perigosa, principalmente para uma menina da minha idade. 17 anos, neste caso gostaria já de ter 34 anos…assim poderia ter mais hipóteses de conquistar Zachary o meu eterno amor.

-“Ai” – referiu ele, depois de eu ter pisado o seu pé.

-“Desculpa” – referi eu, sem graça. Envergonhada definia o meu estado neste momento.

-“Não há problema” – ele demandou um leve sorriso e continuou -“Sabes dançar?” – interrogou ele, ele estava a espera da minha resposta, então eu proclamei nervosamente.

-“S…não” - Mentira. Totalmente Mentira. Acho que neste momento eu me formaria numa grande actriz. Também quando se é filha de uma é sempre mais fácil. Pensei eu divertida.
Eu sabia dançar, como era óbvio, a minha mãe sempre me obrigou a praticar danças. `Sempre a olhar para o futuro, minha filha`– referia ela sempre quando era criança.

Mas neste momento, eu não conseguia raciocinar de forma direita, devido ao corpo que estava a minha frente, a pessoa que nutria os meus olhos neste momento. Zachary Efron, ele mesmo.

-“É fácil” – ele olhou para os meu olhos e continuou – “Queres que te ensine?” - interrogou ele, com a cara divertida.

-“Sim” – referi eu, abobada. Ele puxou com um dos seus braços para mais perto dele. Mais perto do que isto era impossível.

-“Relaxa Vanessa” – sussurrou no meu ouvido – “Não irei fazer nada de mal”.

O problema é que eu quero que tu me faças tudo. Eu queria ser tocada por ele, queria acordar todas as manhas nos braços dele aninhado. Eu sei era impossível. Será sempre impossível.
-“Agora siga o ritmo da música e acima de tudo não pense” – pronunciou ele, olhando para os meus olhos.

Começamos a dançar seguindo o ritmo da música, eu estava já a entrar no Mundo dos sonhos. No mundo onde tudo é possível e imaginário.
Um rei e uma rainha, era o que me fazia lembrar este momento, este ilustro e magnifico e inauguralmente momento.

Os bailes luxuosos da antiguidade estavam a entrar neste mundo encantado, Bailes que antes a rainha e o rei dançavam no século XI, com aqueles trajes absolutamente aprazíveis.
Estava a imaginar o Zachary vestido unicamente exclusivamente com um pelote com longas cavas, touca de pano, uma capa e um saio justo ou corpo.

Eu trajada com um magnífico vestido, bordado a ouro e a pedras preciosas e um véu passado sobre o queixo.

Para de sonhar, diz eu mentalmente.

Ao som de uma música italiana, eu não percebia nem metade das palavras que aquela musica transmitia, mas apesar de tudo era a musica mais bonita que eu já ouvira, a melodia despertava em mim sentimentos de tranquilidade,,,tranquilidade essa nesse momento só encontra quando estava com Zachary, só me apetecia gritar para o mundo que me rodeia: `eu amo-te ou `ti amo`.

Quando a música terminara, por impulso que eu mesma não consigo ainda descrever…eu ia deitar tudo para baixo da terra, depois destas palavras que ia lhe pronunciar, provavelmente ele nunca mais me ia comunicar algo…pois pudera ele está noivo da mulher que eu mais amo, apesar de não nos entendermos as mil maravilhas, eu amava a minha mãe e ninguém podia ousar duvidar desse sentimento que eu sentira por ela.

-“Eu am…” – proferi eu, mas foi logo interrompida.

- “Peço desculpa pelo incómodo, queria pedir a sua mão para dançar” – interrompeu Miguel, o mesmo rapaz que me tinha sido apresentado a pouco durante o jantar.

-“Não obrigado” – referi eu, mas reparei que ele ficou um pouco tristonho e continuei – “Estou um pouco cansada, mas para a próxima aceitarei com todo o bom gosto” – referi eu, dando um sorriso. Ele demandou também um sorriso e pegou a minha mão e depositou um beijo nela.

- “Para sermos sinceros já estávamos de saída” - sem mostrar expressão nenhuma Zachary profere isto e depois acrescentou irónico – “Não é filha, precisas de dormir, ainda és nova, deitar cedo melhorara as tuas notas” – ele sorriu e eu concordei com aquilo que ele acabara de proferir.
-“Boa noite Miguel” – referi eu, ele chegou-se de ímpeto ao pé de mim e abraçou-me e beijou a minha face.

-“Boa noite, Borboleta” – e abandonou o local e foi ter com a sua mesa que ainda jantava livremente e divertidamente.

(Borboleta so me lembrei deste nome…huahauaua. Eu sei que o nome da Vanessa significa Borboleta)

-“Vamos Vanessa?” – Refere Zachary, com um tom de voz diferente, ele mal olhava para mim.

-“Sim, vamos pai” – ele gargalhou, demonstrando o sorriso que eu tanto adorava nele.

(…)

Já estávamos nas ruas da Itália a andar calmamente, eu estava inquietada, e se quando chegar a mansão, a minha mãe estiver a porta, a nossa espera…eu simplesmente estava preocupada com aquilo que pudesse acontecer.
Eu estava com medo, com muito medo.

A minha história de vida:
Agora resume-se simplesmente `apaixonada pelo noivo da minha mãe`-
O sentimento que me une a ele, a paixão, o amor, o carinho (…), sentimentos que nunca irei alcançar por parte dele, pois esses sentimentos já tem um dono que se denomina por Gina, a minha mãe.

(…)

Medo dominava a minha mente…será que a minha mãe estaria a nossa espera. Porque é que estava com medo? Não estraguei os planos dela.
Quando alcançamos o Hall de entrada da casa de Zachary, ele já estava prestes abrir a porta de casa com a chave quando de repente eu toco na mão dele e refiro:

-“Apreciei a sua companhia esta noite” – ele demandou um sorriso e foi se aproximando de mim as nossas bocas já estavam exaltadamente próximas uma da outra, já estava ouvir a respiração descontrolada dele, a minha provavelmente também estaria neste momento, quando de ímpeto ele desvia a direcção para a minha bochecha depositando-me assim um beijo na minha bochecha eu fiquei derretida como o mel, eu tenho quase a certeza que ele percebeu o meu estado.

-“Boa noite, Miele” – sussurrou ele no meu ouvido. Eu estava quase a desmaiar, a voz dele era tão suave, bonita e atraente. O meu coração estava a bater impulsivamente.

Eu cada dia estava mais apaixonada por Zachary, conclui eu mentalmente.

Será que ele notara que me sentira atraída por ele? Pergunta sem resposta.

-“Vamos entrar?” – referiu ele, confiando o seu olhar no meu olhar.

Eu acenei que sim com a cabeça, porque neste momento eu ainda não conseguia raciocinar directamente.

Ele estava abrir a porta com a chave, eu estava nervosa, será que a minha mãe estaria do outro lado da porta.

Por favor, não….

Quando ele abre a porta e invadimos a casa eu fico surpresa….Niguem estava presente. A minha mãe não estava a nossa espera. Dylan provavelmente devia ter contado a Dona Gina, que nós os dois estávamos na praia. Já que ele sabia. O que deu errado?

-“Ela não está aqui” – Zachary murmurou sorrindo, eu olhei para ele e visualizei-o, ele reflectidamente deparou que tinha pronunciado os seus próprios pensamentos em voz alta.
-“Ela quem?” – interroguei eu, curiosa. Deu para entender que ele ficou nervoso de ímpeto.

-“Bem…” – parou um pouco com a sua resposta, ele andava mentalmente a procura da resposta que eu colocara. Dava para reparar através do seu olhar e depois continuou – “A Annabella, ela não esta aqui, eu estou com um pouco de sede e precisava de um copo de agua” – referiu ele e depois deu um lamento.

A Annabella…eu tinha a sensação que era a minha mãe, Gina. A resposta a pergunta que eu colocara.

-“Mas se quiser um copo de agua, eu mesma, posso servir, senhor Zachary” – ele demandou um sorriso e pegou numa das minhas mãos e murmurou – “Não será necessário, Vanessa” - ele parou inovativamente – “A sede passou” – e depois soltou a minha mão e pronunciou – “Adeus, ate amanhã” .

Ele foi andado até a direcção do escritório e fiquei a visualiza-lo, ate ele desaparecer do meu campo de visualização e dei um suspiro.

Suspiro de apaixonada.

(…)

-“Olá bela adormecida ou será mais cinderela?” – referiu o robert, quando eu entrava pela cozinha a dentro.
Cinderela, respondi eu mentalmente.
-“Boa noite Robert” – pronunciei eu, não dando lhe a resposta a interrogativa que ele me colocara.

Eu reparei, não foi bem reparar pois estava a vista obvia de todos, ele possui um objecto na mão. Um objecto perigoso para a saúde e delicadamente ele colocava esse objecto na boca e depois expirava fumo.

-“Estás a fumar?” questionei, apesar da resposta ser obvia e depois continuei -“Fumar faz mal, afecta perigosamente os pulmões, podes vir a sofrer de cancro, deficiências auditivas, diabetes, asma, predisposição ao fumo, Leucemia, depressão” - ele parou de fumar e proclamou um sorriso engraçado.

-“Acho que sinceramente devias ir para médica” – e fez uma pequena pausa – “Como é que uma pessoa que teve poucos estudos, sabe tanta coisa acerca das consequências que o tabaco causa no organismo humano?” – visualizou-me de cima a baixo, esperando pela a minha resposta.
Merda…ups..Acho que nunca tinha referido nenhuma asneira, nem mentalmente. Mas a sempre uma primeira vez para tudo.
Como refere muita população a sempre uma primeira vez para tudo.

-“Visualizo nas notícias” – cocei a cabeça e prossegui – “Acho que sinceramente devias também visualizares”. – Ele riu baixinho e depois olhou para o cigarro e fumegou.

Pessoas inconscientes.

-“Deixamos o jantar pronto” - referiu ele, com um sorrisso a iluminar-lhe a face.

-“Não estou com fome” – pronunciei cautelosamente, não revelando a verdade.

Quer dizer, já jantei, mas nunca te direi.
Pois o que ele diria, se soubesse que o `nosso patrão` me tinha levado a um restaurante caríssimo.

Ele ficou a olhar para mim e depois colocou-se num tom serio.
-“Estou ainda a espera do teu `obrigado`”- Não entendi…Obrigado pelo que?
-“Não entendi” – pronunciei eu, ele olhou para mim e gargalhou e depois acrescentou.
-“Sabias que a Dona Gina, perguntou por ti?” e fez uma pausa – “e pelo senhor Zachary? – eu abanei a cabeça em tom de negatividade e depois ele acrescentou – “Então vou contar uma história” e depois fez uma pausa para observar o meu estado inquieto e depois acrescentou – “Eu acho que a história é-te familiar" - referiu ele com uma voz com o tom provocativa.

Flashback on - Robert

Durante a noite, a noite mais linda que já vi, pois estava acompanhada pela minha querida e adorável Annabella a servir um dos jantares como fazemos sempre habitualmente naquela mansão. Mansão de Zachary.

-“O teu pai?” – questionou a Gina durante o jantar para o Dylan.

-“Está na praia lazio” – eu a Annabella olhamos logo um para o outro – “com a…”

Pumf….Eu não acreditava naquilo que aconteceu a Annabella tinha sem crer, nada por querer, derrubado uma colherada de sopa no Dylan. E depois começou a limpar o Dylan com o guardanapo.

-“A Vanessa?” – questionou Gina, olhando para mim, a espera da resposta a pergunta que ela minuosamente colocara.

-“Está…” – referiu o Dylan, mas eu interrompi-o logo.

-“Doente, uma má indisposição” – Pronunciei eu. O Dylan olhou para mim, sem acreditar naquilo que acabei de fazer.

Flashback off

-“Bem interessante, a história não?” – ele gargalhou com a minha cara.

A minha cara devia estar neste momento vermelha de vergonha.
-“Obrigada” – referi eu, e cheguei ao alcance do Robert e abracei - o fortemente.

Quando nós desabraçamos e ele proferiu.
“Não tens de quê, sempre as ordens” – e fez uma pausa e acrescentou divertido – “A história da cinderela repete-se outra vez” – Se tu soubesses, pronunciei eu mentalmente.

-“Cinderella?” – questionei indiferente, a interrogativa que ela colocara no ar

-“Sabes aquela história da Disney, a rapariga que se apaixona pelo príncipe, mas a menina trabalhava para a sua madrasta como empregada?” – Pronunciou ele.
Madrasta? Mãe.

-“Mas por aquilo que me lembro essa história tem um final feliz, o que nunca vai acontecer na realidade” - proclamei aquilo que pensava.

-“Nunca se sabe” – proferiu alegremente – “As coisas mudam, sempre. O que e triste hoje, amanha poderá ser alegre” – e demandou um sorriso charmoso.

-“Boa noite” – referiu Zachary,a entrada da porta da cozinha. Eu e o Robert assustamo-nos com a presença dele. Espero que ele não tenha ouvido nada.

-“Boa noite, senhor Zachary” – referi o robert e depois acrescentou – “Deixamos o jantar pronto, quer um pouco”. – Zachary demandou um sorriso e piscou olho para mim e depois proferiu.

-“Já jantei” – e depois fez uma pausa e continuou – “Ate amanhã”. – E assim saiu da cozinha.
-“Ate amanha, senhor Zachary” – proferimos em coro e depois passado de alguns minutos Robert olhou directamente para mim.

-“Já jantou? Estranho. Tu não estás com fome. Será que também já jantaste?” – manifestou ele, desconfiado.

-“Sim” – confessei e ele esfregou as suas próprias mãos alegremente.

-“Olá meninos.” – entrou a Annabella de rompante na cozinha a gargalhar. Eu o robert olhamos logo para o outro e ele questionou-lhe.

-“O que se passa contigo?” A Annabella suspirou para controlar a sua gargalhada mas não conseguira. Quando estava já a maré calma ela refere ainda um pouco entre a gargalhada.

-“Senhor Zachary estava a cantarolar no corredor” – ela gargalhou ainda mais ainda.

-“Estava a cantarolar?” – interrogou Robert. Não acreditando na palavra da Annabella.
Ela acenou que sim com a cabeça, pois ela própria ainda gargalhava. Por que é que ela gargalhava assim?

-“Ele canta bem?” – questionei eu, lembrando-me que ele na praia me tinha proferido que cantava mal.

-“Claro que canta, mas horrivelmente” – ela gargalhou, quer dizer nos gragalhamos os tres em conjunto. Os tres mosqueteiros.

Ela pegou o cigarro que o Robert possuía e levou gentilmente ate a sua boca e depois expirou igualmente como o Robert fumo. Robert já ia no segundo cigarro desde que eu entrei na porta desta cozinha.

- “Outra a fumar?!” – referi eu, sincera e continuei – “Sabias Annabella esse objecto pequeno faz mal a saúde?” – ela gargalhou e começou a cantarolar baixo.

“A paz que eu sinto não se pode encontrar
Num quarto vazio se o vazio está dentro do coração, do coração
Às vezes tentamos esconder a angustia,
Mostrando um sorriso, mas querendo chorar, querendo chorar;
O amor e a vida nele está há um novo caminho
Você não está sozinho não
O amor e a vida nele está há um novo caminho”
(Metal Nobre)

-“Cantas mal” – menciono isto, interrompendo assim a cantoria dela. Robert gargalhou e Annabella olhou para ele enfurecida e depois o robert acenou que sim a confirmar aquilo que acabara de pronunciar.

-“Só estava a cantarolar a musica que Zachary cantava durante o caminho para o seu aposento, a pouco.” – ela sorriu e depois fez uma vénia e depois pronunciou – “Estou a espera dos aplausos” – nós gargalhamos e o robert começa a bater palmas.

-“Só espero que o Zachary cantasse melhor do que tu, por que senão havia uma tragédia italiana” – murmurou baixo, mas a Annabella escutou e referiu – “Vale mais não ser boa na música do que no sexo” – Robert roborizou, e ela gargalhou horrivelmente como a bruxa dos contos de fadas.

-“Não entrem em detalhes” – fiz uma pausa e continuei – “Sou menor” – e robert continuava roborizado menos do que antes.

-“Sim menor” – manifestou a Annabella e realiza uma pausa e começa a gargalhar e depois prossegue – “Mas não te importavas de realizar sexo com o patrão Zachary” – eu roborizei eles gargalhava feitos diabos em pessoa. Robert ate caiu para o chão de tanto rir.

Até eles já perceberam a minha paixão pelo Zachary, pronunciei eu mentalmente.

Quando as gargalhadas se assentaram, encontrava-se tudo em silencio e depois Annabella parecia um pouco nervosa e estava a olhar para mim e reparou que tinha pronunciado o que não devia, via-se pelo rosto que ela nutria estar arrependida pelas palavras que acabara de proferir.

-“Podem me explicar que história foi aquela no jantar” – soou uma voz profunda, nos olhámos de inituito para a porta de entrada da cozinha.
Era Dylan Efron.

A Annabella gaguejou, olhando para a figura esbelta que estava ali presente.
Que sorte, que eu já o tinha visto na praia sem camisa, por que se não o tiveste visto antes certamente também estaria no estado dela neste momento.
Parece que hoje vai tudo dar a cozinha - retorqui eu mentalmente. Só falta a minha mãe.

-“É o seguinte…- Robert olhou para mim visualizando a minha face de assustada. – “Pense bem, menino Dylan, como é que acha que a Dona Gina ia ficar se soubesse que uma simples empregada estava na praia ao lado do seu patrão?” – Dylan ficou um pouco pensativo.

-“Reagiria bem” – pronunciou Dylan, sem ter a certeza daquilo acabara de referir.

-“Acha mesmo?” – proferiu Robert calmo. Dylan reflectiu, pensou, e proferiu:

-“Não. Pois ela pensara que a Vanessa e o meu pai tinham um caso” – confessou Dylan.

-“Exactamente” – pronunciou Robert e depois acrescentou – “Está a pensar contar a verdade, menino Dylan? Pense se contar estragara a vida a seu pai e também o da Vanessa que provavelmente será despedida” – Dylan manteve - se pensativo e depois proferiu.

-“Não. Estejam descansados”. Eu sorri aliviada. O Rober sorriu abertamente e destacou a sua visão em mim.

-“Obrigada menino Dylan” – pronunciei eu. Ele exclamou um sorrisso e referiu:

-“De nada” – fez uma pausa e continuou – “Boa noite” e saiu da cozinha. Eu virei-me para o Robert e declamei com uma voz doce.

-“Obrigado” – ele demandou um sorriso leve.

- “De nada, pequena” e depois fez uma pausa e virou-se de ímpeto para a Annabella – “Ele já saiu, podes parar de te babar. Ele é mais novo do que tu.” Annabella riu, envergonhada.

-“Eu não me estava a babar” – Eu gargalhava muito, Tinha piada. Deixei-os lá a discutir e fui directamente para o meu aposento. Descansar deste dia logo, um dos dias mais felizes da minha vida.
Comparecer com Zachary fazia-me sentir especialmente unica, conclui eu.

(…)

Comentem nem que seja em anónimo…e importante.
Pessoal viram os vídeos da Vanessa em rent…espectacularmente.
Fiquei um pouco triste com as criticas negativasque via na youtube e nalguns sites relativos a Vanessa, mas eu pessoalmente adorei aquilo que vi.
Ela esteve muito bem, deu um motivo muito grande para os fãs disserem “Estamos orgulhosos de ti, Vanessa”.


Comentários:
Quero agradecer a toda a gente que comentou, porque sem vocês o blog não existia. Bem, eu adoro os vossos comentários, vossos deixam-me a beira das lágrimas, e tipo quando estou triste venho ler os vossos comentários e fico logo feliz.
Olá pessoal:)

Joyce: A primeira? Nuca tinhas sido a primeira…huahaau. Inda bem que gostaste…desculpa por estar a postar agora..beijokas adoro-ti..obrigado pelo teu voto. Tentei postar antes da meia – noite (hora brazil), mas não consegui desculpa.

Rita: Todos os dias? Meu deus…desculpa..tenho andado tão ocupada e com problemas infinitos. Acho que não vai prometer a noite…hauaauah. Mudei de ideias a cena hot esta perto…mas eu pensei. Não será agora será noutro local melhor, mas romântico..hauahau. Marcio Marquez, viste Marquez tirei o nome da personagem da Vanessa Mimi Marquez..hauahau. Agora vou postar com mais regularidade:P Não tive nota no exame, ando triste. Posso ir para Leiria se quiser, mas de vez de fazer três anos de curso, faço quatro anos. Faço o sef, que e tipo o ano zero da universidade. Mas de qualquer maneira já enviei o meu currículo para uma instituição estou a espera da resposta:P. Esse actor teve que ir para a lua vermelha para fazer sucesso, ele já fui actor dos morangos fazia o papel de bruno, eu adorava a personagem dela. Eu também tenho andado pouco na net, fui la hoje:P …beijokas para ti adoro-te. E verdade queres-me o meu numeor de telemóvel…huahaa, Já tenho telemvel, tinha perdido o meu…hauaha. O meu pai deu-me o dele e comprou um para ele…hauahau.

Amanda: sumi…mas já apareci..a minha vida tem andado uma confusão:P ainda bem que gostaste….ri com o teu comentário eu também acho a Vanessa devia passar as mãos no zac durante a dança, mas parece que não aconteceu nada. Viste os vídeos do rent, zac a dar dinheiro a Vanessa….hauahaua. ri muito. Beijokas te adoro

Maria: Olá:) há tanto tempo, néh? Desculpa ai..tenho andado ocupada…também fui viajar para Aveiro para as praias, acampar…um sonho foi cerca de quatro, cinco dias. Estas a compara o capitulo ao zac, ganhei o dia…huahaua,….quer dizer que tenho zac dentro de mim, no meu cerebro e nas minhas mão…hauahau. Yah quem me dera ter o zac ao pé de mim…em Portugal. Obrigada…como estão a correr as ferias? Beijokas Adoro-te. E verdade queres o meu numero de telemóvel..huahaau. já tenho um…eu perdi o meu. Eu sou uma triste.

GHudgens: Olá:) Ainda bem que gostaste…fico feliz:) Beijokas….tou adorar a tua história, mas ando a ler de duas a três capítulos…huahaua. Porque ando sem tempo. Beijokas

BelaLimma: Ela mais tarde ao mais cedo,ela vai sair logo da história..nao te preocupes…ainda bem que gostaste:) Beijocas:)

Carol:*suspiro* estou a dormir, acreditas quando li o seu comentário comecei a chorar…foi tipo o meu pai estava ao pé de mim…eu estava no computador a ler sossegada os comentário chego ao seu…começo a chorar e o meu pai olha para mim “Eu sempre disse que os computadores faziam mal aos olhos das pessoas”…hauahauaha Fiquei lisonjeada por o seu comentário. Não sei o que dizer…eu com um dom? não e sorte. Como você me entende tão bem…e por isso que te adoro menina…meu deus…você uma rapariga incrível:) Eu realmente quando comecei a escrever as minha fanfics nunca pensei que ninguém lesse ou comentasse…pois há tantos blogs bons e apaixonantes:) fiquei com medo,mas parece que tudo correu pelo melhor, so espero que gostem do resto da historio, este capitulo o 25 não esta nada de especial, pois ando numa fase triste, desiludida, mas espero que gostes:) Fico muito feliz quando recebo comentários, mesmo que sejam negativos, pois cada um deve expressar a sua opinião…so não gosto e de comentários ofensivos…isso magoa:P, Eu ao inicio esta sempre na ronda do blog, para ver se alguém comentava, mas niguem comentava…sentia medo, pois pensava que ninguém estava a gostar do blog. Mas parece que começaram a gostar e a comentar,…o que me deixava feliz, e os comentários das pessoas são sempre tão maravilhosos, principalmente tu e mais umas que sempre me acompanharam em todos os meus blogs, sao incríveis. Sendo que eu sou portuguesa, e aqui palavras que certamente os brazileiros desconhecem e deve ser difícil para vocês entenderem algumas palavras que eu escrevo. Fico agradecida, no fundo do meu coração por gostarem de todas as histórias, sem esquecer que conheci pessoas maravilhosamente lindas por dentro, e grandes amigas que formei…como tu…:)
Claro que para voces e mais fácil encontrarem um erro no blog, ou na história do que eu…pois voces certamente repetem a leitura, enquanto eu não…a certos detalhes na historia que eu já nem me lembro de ter escrito…quando vou ler e fico assim “eu escrevi isto mesmo, bora aproveitar neste capitulo…huhuahaa”. Quando as vezes me dissem…olha aquela escritora demorou um ano para escrever um livro…eu fico assim “o quê um ano?”, agora já percebo demoram tanto tempo, tem que estar sempre a compor detalhes, a ler a história, voltar ler…etc. Obrigado devias continuar a escrever…hhuahaa…so por esse textao a sua história devia ser magnifica eu provavelmente eu lia, não sei. Como se chamava mesmo? Carol history? Não sei.hauahau
Obrigado ainda tentei postar antes da meia noite (hora do brazil), mas não consegui…desculpa…hauhaau.
Não te preocupes, o meu pc também anda meio estúpido…huaahau.
O meu aniversario esta próximo, eu gostava de te convidar, mas estas na outra fronteira…longe do mundo…hauahau.
Beijokas te adoro.



Bi`h: Ainda bem que gostaste do capitulo, por incrível que pareça o anterior foi um dos capítulos que provavelmente mais gostei de escrever…huaahau…beijokas

Caroli i Marta: olá:) ainda bem que amaste fico feliz…realmente zac é um romântico…huahaua,,,inda bem que gostaste dessa cena…Marcio e o Miguel terá um papel ainda mais importante na história…hauhaau. Desculpa so por estar a postar agora ando meia – sem tempo…beijokas.

Jessy: Olá) Obrigado pelo apoio és uma grande amida:) beijokas

Comentem…pessoal e verdade naquele concurso estou na frente, obrigado para quem votou em mim…, O concurso ainda não acabou. Espero que consiga manter a mesma posição....huaahauau.

16 comentários:

♥amor eterno zanessa♥ disse...

AHHH PRIMEIRA DINOVO "nao acredito :o pasma"

O cap ta enorme de lindo♥

Rss..sss tha muito engraçado
a parte que dylan aparece na cozinha e zac cantarolando
meu deus supero ....

aaaaaaa amei a parte que zac fika com ciumes a mara "dEreto quando ele fala miela pra van ""queria que ele fala-se miela pra mim vo sonhar hoje akkk"

ginamostro tha fikando pra tras
gi gi gina gina ginamostro pra pra tra trai trais "tha tha nao rimo mais fazer o que usa o poko que tenho de cerebro pra rima pra ela NUNCA "

saldade quer que eu morra e e
nao some plis Te AdoroooOOO♥

ANCIOSA PELOS CAP....♥

BEIZANESSA E BEIJEMI♥

MyaH♥ disse...

Tipo assim.... ficou MARAVILHOSO eu pergunto aonde vem seu ponto de Expiração Jesus adorei posta mais beijos

eu voltei baby apsoskps

jess disse...

está simplesmente lindo! Continua assim miga, nunca deixes de escrever, pois a escrita tbm pode ser uma boa terapia para as angustias, digo por experiencia propria, nao ha meio do zac se declarar á vanessa qual é o problema de idades? eu que saiba acho que nao é violaçao ahahah, e se eles se gostam deviam ficar juntos sao cabeças duras! Aff's. A gina sua monstra desaparece das vidas de zac e vanessa e morre, muhahahah beijos amiga te adoroo <3

BelaLimma disse...

Ainda bem q gina vai sair logo da historia.......Amei o capitulo o Zac com ciume do Miguel foi otimo....e depois a cantar .. ri muito..Esta linda ahistoria so falta juntar os dois agora....Bijocas
Amei ♥

Amanda disse...

cristy sumida eu sei muito bem a sua situaçao eu tbm estou sem tempo pra nada minha escola esta muito puchada.

odorei esse novo robert parece que tomou jeito na vida, ri muito na parte que a anabella fala que zac começa a cantar no corredor imagino a cena ele ta todo bobo apaixonado!

a eu vi rent sim nao tenho outra palavra a nao ser MARAVILHOSA para a vanessa, serio estou muito orgulhosa ah cristy nao teve tantas criticas negativas foi so uma que eu ve e as outras falam super bem dela! ahhhh e so o zac pra fazer uma daquelas na hora que eu ve nem acreditei que era ele safadinho kk

nao some mais
te adoro
bjs

Rita disse...

Oi Cris!
Tu não tens que pedir desculpa! :)
Espero que a cena hot venha bem rápido! --> Não me chames perversa! uahuasha'
É eu reparei no Marquez, jesus tu viste aquelas actuações da Vanessa em rent? Ela arrasou totalmente. A melhor cena de todas foi a "Out Tonight" no domingo quando ela recebeu o dinheiro do zac e o guardou no sutiã, este momento matou-me! =D Um amigo do Dylan que foi assistir a Rent com o Zac disse que ele deu não 20 mas 100$ e que no intrevalo desabafoi que tava excitado com a actuação da vanessa (admiração ;D)´, o rapaz diz ainda que teve para dizer ao zac que também se tinha excitado durante a actuação mas decidiu guardar isso para ele mesmo porque senão o zac batia-lhe! asuahs' Ah e ele conta ainda que o Zac lhe 'roubou' a nota de 100 para dar á vanessa! asuaus'
Continuando, eu ia adorar que tu viesses para Leiria, mas espero que tenhas uma resposta positiva.
Sim eu também adorava a personagem dele nos morangos e também fez na novela olhos nos olhos, eu já o admiro desde os morangos! =D
Claro que quero o teu numero de telemovél, olha se quiseres para não postares aqui no blog envia para o meu mail e eu mando-te uma mensagem para ficares com o meu! Mais uma maneira de conversar-mos! =D
Amei o capitulo, tá enorme (ainda bem!!)
Beijokas
Adoro-te muito

GHudgens disse...

Oh,incrivel!
Adoro os momentos ZaNessa,são lindos!
Não tem problema,desde que leia sempre!!!E que bom que gostas...

Bi'h disse...

A primeira parte capitulo foi muito romantica
**
(o qase beijo)
:p
Annabella e Robert fumadores, Zac a cantar lool (eu ri).......
Adoro a tua imaginaçao
=D
Vou iindo Beijo
Bi'h

carol disse...

Oiii melhor amor ? espero que sim ... sabe que eu ainda nao acredito que te fiz chorar kk aaa mais tudo bem de qualquer forma estou muito agradecida pelo que falaste de mim mais eu siceramente acho que nao mereço ,meus imensos agradecimentos .

Eu estou chocada com o tamanho e conteúdo do capítulo o q? ta tentando terminar a história mais rapido é ai ai vamos te segurar aqui por muito tempo ainda kk eu amei ficou escelente sabe acho que melhor impossivel mais é imformaçao demais pra minha cabeça kk

Vc é que é uma "rapariga" incrível ai eu adoro esse nome pena que aqui no Brasil eu nao posso falar parece um pouco ofencivo kk mais de fato és amável.

Sabe eu tambem conheci pessoas maravilhosas no mundo das fanfics, vc é uma delas, amizades que nunca vou esquecer e confesso que uma das melhores coisas que fiz foi entrar pra esse mundo onde cada dia aprendo mais e mais .
Fico feliz em saber que quando vc ler suas histórias fica tipo de boca aberta hahaha mais nao a nada mais gratificante do que vc mesma ficar contente com as coisas que escreve digo isso porq é fato .
Ficaria contente em ir pro teu aniver pena que é do outro lado do mundo (ai que exagero)porq que as pessoas legais tem que morar longe?puxa isso é uma put* falta de sacaneixon (kk abafa)mais quem sabe um dia eu nao apareço por aí ahah.
Bom eu creio q nao escrevia tao bem quanto vc,é mais porq gosto de falar e fica vindo coisas na minha cabeça eu so paro quando canço e demora em ahaha.bem era isso amor beijokas e ate mais , minha escritora favorita srsr (viste o q ganhaste ?! uma puxa saco kk).
beijokas ! te adoro!

Maria disse...

Olaa querida...!!

Estive esta semana a passar férias n o algarve foi simplemnete expetacular.. estava com saudadess..!! O capitulo estava expetacular...aquela parte da mentira foi bem original...!!
Adorei...!!
Quero ver um beijo Zanessa..!
E um momento Hott...Lol...||

Querida se quiseres passar o teu numero de telemovel pode ser...=P

=P

Beijinhos grandes cheios de saudades...!!!

Adoro-te...!

Maria disse...

Querida tenho votado no concurso ainda bem que estas na frente...vou continuar a votar tu mereces ganhar..!!

beijinhos...!! adoro-te...||

blog vanessa hudgens disse...

ola td bem? os resultados da votacao do mes de agosto ja sairam , vai ver em que lugar ficaste e podes te inscrever novamente para o de setembro :)

blog vanessa hudgens disse...

ola , durante a tarde de hj vamos ter varios passatempos sobre o casal zanessa para celebrar 5 anos de amor entre esta casalinho perfeito , temos varios passatempos e premios para oferecer nao percas
http://vanessaannehudgens.pt.vc/

Maria disse...

PARABENS querida...!!

Eu não me esqueci hoje é o teu dia..!!

=P

Já tenho saudades...!!
Desejo-te toda a felicidade do mundo..!! Tudo de bom.. que todos os teus sonhos se realizem... Muita saude...muitas felicidades...!!
Tudo o que mereces por inteirinho..!!!
E muita inspiração para escreveres as tuas histórias maravilhosas...!!

Grandes beijinhos..!!!
Adoro-te..!!

GHudgens disse...

Você recebeu o selo de qualidade .

http://savemezanessa.blogspot.com/

Vá lá e veja como funciona!

Rhaylla disse...

Você recebeu o selo de qualidade ;)

http://fanfic-docevinganca.blogspot.com/2011/01/selo-de-qualidade.html